Quem sou eu

Minha foto
Odontologia especializada em fazer você sorrir!

terça-feira, 26 de julho de 2011

Resinas; qualidade do material

O paciente, por desconhecer o assunto, não tem como distinguir a resina de boa qualidade e as resinas inferiores. E isso acontece com quase todos os materiais odontológicos. Quando o paciente procura  consultórios em busca de um tratamento, muitas vezes acaba se deixando levar pelo melhor preço de mercado, mas não toma ciência da qualidade e inferioridade dos materiais utilizados durante o processo, assim como da qualificação do profissional. A resina é um ótimo exemplo disso, podendo ser encontrada nos mais diversos valores e qualidades. O que devemos entender é que, quando colocamos um material inferior em qualidade, não só o material está em jogo, mas também a durabilidade do seu dente e sua saúde. Vamos fazer um cálculo simples: Se uma resina de baixa qualidade, como essa da figura abaixo, durar uma média de 3 anos, isso significa que, se você estiver com, por exemplo, 25 anos e sua expectativa de vida é de 85 anos, vc terá que trocar este material aproximadamente 20 vezes. Sabendo que a cada troca existe um desgaste dentário com possível infiltração de cárie, ou seja, perda de parte do dente, podemos concluir que lá pela décima troca você já estará portando uma dentadura. 
Resina de baixa qualidade com apenas 1 ano de uso (note que uma já se soltou do dente)

A reabilitação preventiva é realmente uma técnica que evita a perda dentária e danos maiores ao dente. Para um leigo, pode parecer um gasto absurdo tratar preventivamente uma boca, mas isso traz durabilidade e economia futura, além de uma saúde bucal invejável. Procure saber mais sobre os nossos materiais e a qualidade de nossos serviços, garantindo um investimento para seu futuro. Invista em você!

Um comentário:

  1. Muito legal o blog Dr. Felipe!

    Já assinei o blog para acompanhar os posts diários! hehe

    Abraço!

    ResponderExcluir