Quem sou eu

Minha foto
Odontologia especializada em fazer você sorrir!

terça-feira, 26 de julho de 2011

Pediatria e dentes de leite.

A perda dos dentes de leite é seguida pela erupção dos dentes permanentes. Este fenômeno se deve a reabsorção da raiz dos dentes de leite que é causada pela formação dentária dos permanentes. Isso significa, ao contrário de muitas crenças, que o dente de leite é fundamental para o desenvolvimento dos permanentes uma vez que ele guia a erupção na posição correta e fornece substâncias importantes para o desenvolvimento do outro dente. manter os dentes de leite em boas condições na boca é fundamental para um desenvolvimento correto da dentição definitiva.  
O primeiro dente permanente a aparecer na boca é o primeiro molar, que erupciona atrás dos segundos molares de leite. Este processo ocorre aos 6 anos de idade aproximadamente e, como não há perda de nenhum dente para isso ocorrer, muitas vezes ele é confundido pelos pais como mais um dente de leite. Só existem 20 dentes de leite no total de uma boca, portanto o vigésimo primeiro em diante já é permanente. Isso é bastante preocupante, uma vez que a atenção à higiene deve ser dobrada nessa região desse período em diante, pois é muito comum a criança ainda não apresentar uma higiêne satisfatória e ocorrer cárie nesse dente. Desde o nascimento a criança deve consultar a cada 3 meses um cirurgião dentista, mas dos 6 anos em diante este cuidado deve ser seguido a risca para evitar danos irreversíveis à dentição permanente. O dentista pode realizar aplicações tópicas de flúor, limpezas, orientar a dieta e higiêne e selar os dentes para evitar a atividade das bactérias. A criança que cresce indo ao dentista não tem medo do profissional e, geralmente, não terá grandes problemas futuros com a dentição, pois podemos trabalhar com a prevenção das doenças da boca.

Nenhum comentário:

Postar um comentário